Passos para a Conversão à Fé Católica

Os Passos para Aqueles que estão a Abandonar a Nova Missa; e Sobre como Fazer o Batismo Católico Condicional

"Sem fé é impossível agradar a Deus." (HB 11: 6). 
E, SEM A FÉ CATÓLICA, É IMPOSSÍVEL SER SALVO.

 

. . .


Não há salvação fora de Jesus Cristo, e a Igreja Católica é o Seu Corpo Místico. Visto que não há entrada na Igreja Católica sem o Sacramento do Batismo, isto significa que só se podem salvar os católicos batizados que morrem em estado de graça (e aqueles que se tornem católicos batizados e morrem em estado de graça)


Os passos que se devem dar para se converter à fé católica são de fato simples. São ligeiramente diferentes dependendo, no caso, se a pessoa recebeu ou não o batismo. Por favor, consulte este documento cuidadosamente.

Para estudar o catecismo da fé católica tradicional, acesse em PDF:
CATECISMO CATÓLICO

 

. . .


SE NÃO RECEBEU O BATISMO, os passos para a conversão à fé católica tradicional são os seguintes: 


1.    Saber e crer nos ensinamentos básicos do catecismo da fé católica tradicional. Uma pessoa deve começar imediatamente a rezar o Rosário todos os dias. 


2.    Crer em todos os dogmas tradicionais da Igreja e nas posições católicas corretas contra a seita pós-Vaticano II (tratadas em detalhe no nosso material), incluindo, por exemplo, o dogma Fora da Igreja Não Há Salvação (sem exceção), a Trindade, a Encarnação, o Papado, a Infalibilidade Papal, a necessidade do Batismo de água, etc.


3.    Após saber o catecismo básico (o que não demora muito tempo), e sentir-se confiante que aceita todos os ensinamentos da Igreja Católica, receba o Batismo. Não há razão para o prolongar (veja Atos 8:36-37) se já percorreu os passos 1 e 2. Normalmente, isto seria feito por um padre católico na sua igreja católica local. Uma vez que estamos na Grande Apostasia, e que provavelmente não há sequer um padre totalmente católico neste mundo, um leigo é a melhor opção. O Concílio de Florença declarou que qualquer um pode validamente administrar o Batismo. Portanto, se você tem um amigo fortemente católico ou, caso contrário, se você tem um membro de família ou amigo não-católico que poderia realizar o Batismo seguramente com a devida intenção, então essa pessoa pode administrar-lhe o batismo utilizando a forma abaixo. A Confissão não é necessária para uma pessoa que nunca recebeu o Batismo, uma vez que o Batismo remove o pecado original e todos os pecados atuais. Após o batismo, no entanto, uma pessoa deve desenvolver o hábito de fazer o exame de consciência e ter o firme propósito de não pecar mais.


4.    Fazer a Profissão de Fé do Concílio de Trento para os convertidos. A pessoa deve adicionar no fim uma abjuração de qualquer seita a qual tenha pertencido no passado, caso de fato tenha pertencido a alguma. 

 

. . .


Para aqueles que RECEBERAM O BATISMO, é ligeiramente diferente: 


1.    Saber e crer nos ensinamentos básicos do catecismo da fé católica tradicional. Uma pessoa deve começar imediatamente a rezar o Rosário todos os dias. 


2.    Crer em todos os dogmas tradicionais da Igreja e nas posições católicas corretas contra a seita pós-Vaticano II (tratadas em detalhe no nosso material), incluindo, por exemplo, o dogma Fora da Igreja Não Há Salvação (sem exceção), a necessidade do Batismo de água, etc. 


3.    Fazer a Profissão de Fé do Concílio de Trento para os convertidos. A pessoa deve adicionar no fim uma abjuração de qualquer seita a qual tenha pertencido no passado, caso de fato tenha pertencido a alguma.


4.    Você deve fazer um exame de consciência pedindo perdão à Deus por todos os pecados mortais cometidos após o batismo, incluindo a aderência a qualquer seita ou falsa religião, ou o ter difundido uma falsa seita ou falsa religião. 

. . .

Para aqueles que NÃO TÊM A CERTEZA SE FORAM BATIZADOS, a ordem é: 


1.  Saber e crer nos ensinamentos básicos do catecismo da fé católica tradicional. Uma pessoa deve começar imediatamente a rezar o Rosário todos os dias. 


2.    Crer em todos os dogmas tradicionais da Igreja e nas posições católicas corretas contra a seita pós-Vaticano II (tratadas em detalhe no nosso material), incluindo, por exemplo, o dogma Fora da Igreja Não Há Salvação (sem exceção), a Trindade, a Encarnação, o Papado, a Infalibilidade Papal, a necessidade do Batismo de água, etc.


3.  Fazer a Profissão de Fé do Concílio de Trento para os convertidos. A pessoa deve adicionar no fim uma abjuração de qualquer seita a qual tenha pertencido no passado, caso de fato tenha pertencido a alguma. 


4. Pedir a alguém que lhe realize um Batismo condicional utilizando a forma condicional do Batismo dada abaixo. Se houver alguma dúvida acerca do seu Batismo, isso deverá ser feito.


5.    Após o seu Batismo condicional, faça um exame de consciência pedindo perdão à Deus por todos os pecados mortais cometidos após o seu primeiro possível batismo válido.

. . .

 
Batismo e Batismo Condicional
  


A forma do Batismo é: “Eu te batizo, em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.”
 

Se existe alguma dúvida sobre a validez do seu Batismo, a forma condicional do Batismo é: “Se foste batizado, eu não te batizo outra vez, mas se não foste batizado [verter água na cabeça, certificando-se que toca na cabeça], eu te batizo, em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.

 

Uma vez que provavelmente não há qualquer padre verdadeiramente católico no seu país, você pode pedir a um amigo católico para que lhe realize um Batismo condicional, e você pode administrar o Batismo aos seus próprios filhos.
 
Papa Eugénio IV, Concílio de Florença, “Exultate Deo,” 1439:
“Todavia, em caso de necessidade, não apenas um padre ou diácono, mas até mesmo um leigo ou leiga; sim, até mesmo um pagão ou um herege pode batizar, desde que ele preserve a forma da Igreja e tenha a intenção de fazer o que a Igreja faz.” (Denz. 696)
  

Como realizar um Batismo católico


Certifique-se que tem água suficiente para verter enquanto diz as palavras, e que a verte na testa da pessoa enquanto pronuncia as palavras distinta e atentamente. Você pode verter a água três vezes (como explicado a seguir).


“Eu te batizo, em nome do Pai [vertendo água pela primeira vez enquanto diz as palavras], e do Filho [vertendo uma segunda vez], e do Espírito Santo [vertendo uma terceira vez].”

Nota: você pode verter a água em forma de cruz na testa da pessoa, embora não seja necessário. Verter a água três vezes também não é absolutamente necessário, desde que a água toque na testa enquanto a forma batismal é dita. O método acima descrito é, no entanto, aquele que está no Ritual Romano.
 

Artigos Recomendados:

Imodéstia_capa.png
IMODÉSTIA
Um Plano Diabólico
La-Virgen-de-la-Servilleta-de-Murillo-1-
CONSAGRE-SE à Nossa Senhora

Pesquise no Site:

 Entre os gritos

"Tudo está perdido"

e "Tudo está salvo" 

haverá quase nenhum intervalo.

Abade Souffrant  

Contate-nos

Redes Sociais

  • Facebook
  • YouTube
As Sete Trombetas.png

Eis que venho em breve! Felizes aqueles que põem em prática as palavras da profecia deste livro.

Apocalipse 22, 7

O SANTO ROSÁRIO

Santo_Rosário_a_arma.png

Devoção à Sagrada Face

santo-sudario-sagrada-face-nosso-senhor-

Fazei resplandecer Sua Face sobre nós!

Ilumina Domine Vultum Tuum super nos

"Com este Sinal Vencerás!"

 

Amém, louvor, glória, sabedoria, ação de graças, honra, poder e força ao nosso Deus pelos séculos dos séculos! Amém

 

Apocalipse 7, 12

  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
Contate-nos

© 2020 Apostoli Christ.