top of page
  • Foto do escritorApostoli Christi

O que Devemos Fazer na Quaresma?



O que é a Quaresma e quando ela começa?


A Quaresma é um período de 40 dias de penitência e de combate espiritual. A característica fundamental e indispensável da Quaresma é a renúncia de alimentos e o jejum!


Inicia-se na Quarta-feira de Cinzas, prolongando-se até a Quinta-feira Santa. A penitência prolonga-se até o Sábado Santo, perfazendo exatos 40 dias penitenciais, excetuados os domingos. Trata-se de um tempo privilegiado de conversão, combate espiritual, jejum e escuta da Palavra de Deus.


Por que 40 Dias de Quaresma?


O número de quarenta dias é importante, pois tem toda uma significação bíblica: A PREPARAÇÃO PARA O ENCONTRO COM DEUS:


· Os quarenta dias do Dilúvio,

· Os quarenta dias de Moisés no Monte Sinai,

· Os quarenta anos de Israel no deserto,

· Os quarenta dias do caminho de Elias até o Horeb/Sinai

· E, sobretudo, os quarenta dias do Senhor Jesus no deserto, preparando Sua vida pública.


Por isso mesmo, o cuidado da Igreja de reservar exatos quarenta dias para a penitência! É tão antigo que tem suas raízes na própria prática da Igreja apostólica.



Qual o Sentido da Quaresma?


A finalidade da penitência e do combate quaresmais é conformar-se ao Cristo Ressuscitado! A Quaresma tem, portanto, uma finalidade pascal:


“Lembra-te de Jesus Cristo, ressuscitado dentre os mortos! Fiel é esta palavra: Se com Ele morremos, com Ele viveremos, Se com Ele sofremos, com Ele reinaremos!” (2Tm 2,8ss)



O que devemos fazer na Quaresma e quais são as práticas Quaresmais?



Penitência


Os dias quaresmais são dias de penitência. Aliás, esta é a prática que melhor caracteriza a Quaresma! Sem renúncia ao alimento e da própria vontade, não há observância quaresmal.



O Jejum e a Abstinência


Dias de Jejum com Abstinência no tempo quaresmal são: ​a Quarta-feira de Cinzas e a Sexta-feira Santa.

Dias de Abstinência:​ Todas as sextas-feiras da Quaresma.


A regra simples para o jejum é tomar uma única refeição completa, e, se necessário, outras duas que, juntas, não constituam uma refeição completa.


A regra simples para a abstinência é evitar comer carne de animais de sangue quente (carne bovina, suína, frango etc.) e caldo de carne, não estando proibido comer ovos, laticínios ou quaisquer condimentos, ainda que sejam de gordura animal.


A lei do jejum é obrigatória a todos os cristãos dos 21 aos 60 anos, e a lei da abstinência começa a obrigar a partir dos 7 anos.


[NOTA: Deixa de ser obrigatório se jejuar constitui um sério risco de saúde ou impede a habilidade de realizar o trabalho necessário]



A Oração


Além da prática diária e habitual do Santo Rosário, neste tempo de Quaresma, os cristãos se dedicam mais à oração. Uma boa prática é rezar diariamente um salmo. É indicado, também, rezar a Via-Sacra as sextas-feiras!



A Esmola


Trata-se da caridade fraterna. Este tempo santo deve abrir nosso coração para o próximo: esmola, capacidade de ajudar, visitar os doentes, aprender a escutar os outros por amor a Deus e pela a salvação das almas.


“O que a oração pede, o jejum alcança e a esmola recebe. O jejum é a alma da oração, e a esmola é a vida do jejum. Ninguém tente dividi-las porque são inseparáveis. Portanto, quem ora, jejue; e quem jejua, pratique a esmola.” (São Pedro Crisólogo – século IV)


A Meditação da Palavra de Deus


Este é um tempo de escuta mais atenta da Palavra: o homem não vive somente de pão, mas de toda Palavra saída da boca de Deus. Seria muitíssimo recomendável ler durante este tempo o Livro do Êxodo ou o Profeta Jeremias ou Oséias ou, ainda, um dos Evangelhos ou a Epístola aos Romanos.



A Conversão


“Eis o tempo da conversão!”, diz-nos São Paulo. Que cada um veja um vício, um ponto fraco, que o afasta de Cristo, e procure lutar, combatê-lo nesta Quaresma! É o que a Tradição ascética de Igreja chama de “combate espiritual” e “luta contra os demônios”. Nossos demônios são nossos vícios, nossas más tendências, que precisam ser combatidas.


Os antigos davam o nome de sete demônios principais (sete vícios capitais): a soberba, a avareza, a tristeza (a inveja), a preguiça, a ira, a gula, a sensualidade. Estes demônios geram outros.


Na Quaresma, é necessário identificar aqueles que são mais fortes em nós e combatê-los!


 

Ficha de Vivência Quaresmal


Senhor Jesus Cristo, seguindo o Teu caminho no deserto e preparando-me para celebrar dignamente a Tua Santa Páscoa, suplico Teu misericordioso auxílio para as seguintes práticas quaresmais que me proponho fazer em Tua honra e para melhor ser Teu discípulo:


  • Oração: (o que rezarei a mais durante este tempo, todos os dias)

  • Jejum/penitência: (o que retirarei diariamente, exceto aos domingos, da minha alimentação)

  • Esmola: (o que farei para ir ao encontro do meu próximo, sobretudo praticando obras de misericórdia corporais e espirituais)

  • Vício a combater: (quais são minhas más tendências que combaterei nesta Quaresma, evitando as ocasiões, as situações e os atos)

  • Livro da Escritura a ler: (que livro lerei completamente, podendo ser: o Êxodo ou Números ou Deuteronômio ou um dos Evangelhos ou a Epístola aos Romanos)

  • Leitura espiritual: (é recomendável também escolher um livro para leitura espiritual. Podem ser: A Imitação de Cristo, de Tomás de Kempis, Preparação para a Morte de Santo Afonso Maria de Ligório…)


 

Dicas e Sugestões de Penitências para a Quaresma


Neste tempo de reflexão e preparação para a Páscoa, muitos católicos ficam com dúvidas em relação às Penitências. Desta forma, apresento-lhe algumas sugestões para vivermos uma Santa Quaresma:


1) Penitências gastronômicas


– Trocar a carne por peixe, ovos ou queijo (ou mesmo comer puro) – Comer menos arroz, feijão, pão, macarrão, para sair da mesa com um pouco de apetite – Eliminar todos doces, refrigerantes, chocolate e demais guloseimas – Nas refeições, acrescentar algo que seja desagradável, como diminuir a quantidade de sal ou colocar um condimento que quebre um pouco o sabor – Comer algum legume ou verdura que não se goste muito – Tomar café sem açúcar, ou água numa temperatura menos agradável


2) Penitências corporais


Apenas para ajudarem a não perdermos o sentido do sacrifício ao longo do dia, a não sermos relaxados, devendo ser pequenas e discretas.

– Dormir sem travesseiro – Sentar-se apenas em cadeiras duras – Rezar alguma oração mais prolongada de joelhos – Não se encostar na cadeira – Cuidar da postura corporal – Descer um ponto antes do ônibus e fazer uma parte do caminho à pé


3) Penitências Morais


São as mais importantes

– Não reclamar das contrariedades do dia, mas agradecer e louvar a Deus – Sorrir sempre, mesmo quando haja um nervoso – Moderar a frequência às redes sociais, celular e computador (observando sempre com que finalidade você os utiliza) – Desligar as notificações do celular – Fazer os serviços mais incômodos na casa e no trabalho, ajudando os outros – Acordar mais cedo para fazer oração – Não ouvir música no carro – Não assistir TV, mas dedicar este tempo à leitura – Não usar jogos eletrônicos – Fazer algum trabalho voluntário – Rezar mais pelos outros, do que por si mesmo – Reservar dinheiro para dar esmolas – Falar bem das pessoas que se gostaria de criticar – Ouvir as pessoas incômodas sem as interromper – Dormir no horário, mesmo sem vontade


«Procurem emendar-se dos seus erros e pecados cometidos até o presente, e procedam daqui para a frente com temor a Deus sem condescender aos desejos da carne, preservando, como possa cada um, na oração e confessando frequentemente, comungando, cumprindo os preceitos divinos, e pedindo também deste Deus, todos os dias, em suas orações particulares, pela unidade da Igreja.» Concílio de Trento (Sessão II – Normas de Conduta)

Que Maria, nossa Mãe Santíssima, Refúgio dos pecadores, nos acompanhe nesta Quaresma, fortalecendo-nos e renovando a cada dia nossos propósitos para que possamos recolher os frutos de conversão para a salvação das nossas almas.

4.284 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page